ARTE

Uma boa dica de programa para o fim de semana ou para um intervalo no meio da semana é ir até o parque Jardim Botânico, no bairro do mesmo nome e além de desfrutar das belezas naturais do local, poder conferir a mostra de fotografia do mestre Sebastião Salgado, que se encontra em cartaz. Trata-se da mostra “Genesis”, que recebe este nome por apresentar 245 imagens das áreas mais remotas do nosso planeta, referindo-se a áreas que parecem preservar suas formas naturais, ou seja, como “foram geradas”. São fruto de um trabalho do fotógrafo que durou mais de sete anos, com várias intercorrências no seu percurso como contração de malária e 47 dias sem tomar banho.

As imagens são realmente incríveis e mostram além de paisagens de tirar o fôlego, alguns dos habitantes dessas áreas, sejam animais ou humanos, como os esquimós no Alaska.

A mostra é gratuita, no Museu do Meio Ambiente, que situa-se anexo ao estacionamento do parque, porém vale a pena também desembolsar a singela quantia de R$ 6,00 e conferir os enormes painéis com algumas das imagens dentro do parque. Diante das belezas naturais do local, nos faz pensar como seria estar em um desses locais tão magníficos, realidade tão distante do nosso dia a dia na nossa querida cidade, com toda a correria de trabalho diário.

A exposição vai até o dia 26 de agosto e o parque funciona de terça a domingo de 09 às 17:00h, com estacionamento no local, porém em geral com grandes filas no fim de semana. Quem não puder ir durante a semana, melhor ir a pé, de bicicleta (há bicicletário no local), de táxi ou estacionar nos arredores, como no bairro da Gávea, na Lagoa ou em ruas próximas do próprio bairro Jardim Botânico. A entrada no parque é gratuita para menores de 7 anos e para maiores de 60 anos.

E, por fim, quem realmente não puder conferir a exposição, esta deu origem a um livro que encontra-se à venda nas grandes livrarias da cidade.

Por Dra. Aurora Issa

 

Os comentários estão fechados.