Eletrocardiograma do Mês – Agosto

 

14 Comentários. Deixe novo

  • Carlos Diniz de Araujo Franco
    24 de agosto de 2022 19:53

    Muito interessante a sequência de traçados!
    Parabéns.

    Responder
  • Flávia Freitas Martins
    24 de agosto de 2022 19:58

    Muito bom o caso!

    Responder
  • Lui Maurino Abreu
    24 de agosto de 2022 20:05

    Bela sequência de traçados ressaltando o cuidado que se deve ter no uso de anti arrítmicos. O uso de Propafenona em paciente com arritmia supra ventricular, comum nesta idade, quando há outras opções com menos efeitos colaterais, mesmo assim só justificado , na presença de sintomas.
    👏👏👏👏👏

    Responder
  • Martha Demetrio Rustum
    24 de agosto de 2022 20:25

    Achei esse caso muito interessante pois é difícil se atentar que pacientes de baixo peso possam fazer impregnação e intoxicação medicamentosa mais facilmente que indivíduos de peso normal.

    Responder
  • Ricardo Maia Coelho
    25 de agosto de 2022 09:17

    Caso interessante se realmente fosse a S. Brugada , seria uma das contra indicações para uso da propafenona , mulher idosa com síncope e palpitação e arritmia se o exame clinico for normal , a DAC surge com forte evidência, já que o estudo eletrofisiológico foi normal – ( mulher idosa – pós climatério)- RMC

    Responder
  • Interessantíssimo!!
    Obrigada por compartilhar

    Responder
  • gerson paulo goldwasser
    25 de agosto de 2022 12:00

    eletrocardiograma muito bom, pois nos indica as alterações com uso de droga antiarrítmica, para ficarmos atentos. “efeito Burgada like” . parabéns

    Responder
  • Ricardo Maia Coelho
    25 de agosto de 2022 12:01

    Ainda sobre este Ecg — é sabido de todos , que a derivação AVR no que se refere a S. Brugada – serve com o um marcador de possíveis eventos arrítmicos quando com existe a um R proeminente em AVR — : sinal do AVR: como não havia – a possibilidade de brugada seria bem menos evidente ,mesmo poque fazia uso antiarrítmco da classe 1c…. Apenas devemos valorizar mais esta derivação que por vezes passa por esquecida ´….

    Responder
  • Ainda sobre este Ecg — é sabido de todos , que a derivação AVR no que se refere a S. Brugada – serve com o um marcador de possíveis eventos arrítmicos quando com existe a um R proeminente em AVR — : sinal do AVR: como não havia – a possibilidade de brugada seria bem menos evidente ,mesmo poque fazia uso antiarrítmco da classe 1c…. Apenas devemos valorizar mais esta derivação que por vezes passa por esquecida ´….

    Responder
  • Este aso é muito importante,alertando para os efeitos deletérios do uso de antiarritmicos em doses elevadas.

    Responder
  • adailton batista
    25 de agosto de 2022 18:08

    mil desculpas aos eminentes professores , mas esse padrão eltrocardiografico nao se assemelha ao padrao 1 de brugada. ajuda nesta identificaçao , claro a historia e o uso de propafenona.

    Responder
  • Achei muito interessante.

    Responder
  • Maria Lucia Mandacaru Guerra
    8 de novembro de 2022 15:20

    Muito bom o caso, um alerta importante para o uso de antiarrítmicos.

    Responder
  • fernando Resende
    8 de novembro de 2022 19:26

    Concordo com o colega ! ECG de intoxicação por propafenona! Recentemente tive um no consultório

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Podemos te ajudar?