Editorial

Linha Editorial

 

Definição

Linha editorial é uma política predeterminada pela direção do veículo de comunicação ou pela diretoria de uma empresa que determina “a lógica pela qual uma empresa jornalística enxerga o mundo; ela indica seus valores, aponta seus paradigmas e influencia decisivamente na construção de sua mensagem”. Embora a SOCERJ não seja essencialmente uma empresa jornalística, a atividade principal baseia-se na disseminação de conhecimento e informações

A linha editorial orienta o modo como cada texto será redigido, define quais termos podem ou não, quais devem ser usados, e qual a hierarquia que cada tema terá na edição final.

 

Objetivo

O principal objetivo do projeto é transformar o site da SOCERJ em um “Portal Corporativo e Institucional”, possibilitando o acesso às informações das atividades da comunidade científica em cardiologia no Estado.

Este documento tem por objetivo estabelecer diretrizes para os Colabo­ra­dores do site da SOCERJ, explicitando a linha editorial do veículo e as caracterís­ti­cas das suas publicações. Pretende-se, desta forma, estabe­lecer rela­cio­na­mento mais pro­dutivo entre os autores e o site, alinhando-se ex­pec­ta­tivas quanto ao perfil de posts a serem publicados.

O site socerj.org.br é um veículo voltado à disseminação de pesquisas e ideias que agre­­guem valor ao trabalho acadêmicos e assistencial de cardiologistas e médicos das mais diversas especialidades com interesse em cardiologia, missão que a entidade vem cumprindo há vários anos.

Nossos leitores são médicos (cardiologistas ou não), professores, alunos de graduação e pós-graduação. Este veículo pretende atingir também o público leigo, publicando em área própria textos de fácil compreensão, livres de jargões e uso reduzido de termos técnicos, limitando-se a utilizá-los quando estritamente necessário.

 

Dessa forma, será possível:

  •  Criar um ambiente único de acesso as informações.
  •  Melhorar a comunicação institucional
  •  Integrar departamentos e regionais que estão geograficamente distribuídas
  •  Melhorar o relacionamento com o público geral – não-médico

 

Como objetivos específicos, o site desenvolverá as seguintes atividades:

  • Apresentar a SOCERJ e sua missão
  • Vender produtos e serviços
  • Publicar informações para públicos segmentados
  • Disponibilizar banco de dados
  • Reforçar a marca SOCERJ
  • Criar comunidades de pessoas em torno de ideias, pessoas, interesses comuns
  • Compartilhar arquivos de imagens, vídeos, sons
  • Ministrar treinamentos
  • Veicular jogos e entretenimento
  • Estabelecer conexões com (e entre) os colaboradores, fornecedores e parceiros
  • Compartilhar e divulgar conhecimento
  • Pesquisas de opinião dos sócios

Foco no Leitor

Os leitores da socerj.org.br são de dois tipos: profissionais de saúde, para quem será permitido o uso de termos técnicos e pressupondo conhecimento de base que sustente com clareza as ideias apresentadas; e público leigo, onde as ideias serão desenvolvidas sem a abordagem científica que caracteriza o texto técnico. Para que todos os ar­tigos sejam acessíveis a todos os leitores, é importante que tenham linguagem e apresentação adequadas. Clareza e concisão no de­sen­volvimen­to das ideias são fundamentais.

 

Profissionais

O texto direcionado a profissionais terá caráter técnico, com foco na precisão e na fundamentação científica. Todos os textos deverão citar as fontes em forma de referências bibliográficas.

Os formatos sugeridos dos artigos direcionados para o público profissional são:

  • Educação continuada – vídeos, artigos, highlights, congressos, publicações
  • Apresentação de Casos clínicos e exames complementares para discussão
  • News – Atualizações e notícias sobre evoluções tecnológicas, produtos, resultados de estudos
  • Quizzes – jogos e questões para serem acertadas com premiação eventual
  • Pesquisas de opinião

 

Leigos

O texto terá caráter essencialmente informativo, esclarecendo assuntos de cunho cardiológico de forma clara. É importante não desafiar nem questionar a inteligência dos leitores leigos. Deverá ser evitada linguagem infantil ou demasiado popular. É preferível uma linguagem culta e direta, evitando-se rebuscamentos, ornamentações, floreios e elementos poéticos.

Quando a publicação tiver caráter de opinião, esta não dispensará fundamentação científica e nunca será apócrifa.

O público leigo é especialmente sensível a questões que podem ser interpretadas como preconceito racial, regional, de gênero ou orientação sexual. Os textos não deverão sugerir posicionamentos políticos nem religiosos. É prudente revisar o texto para não dar margem à interpretações não condizentes com a ideia desenvolvida pelo autor.

Em hipótese alguma haverá citação de produtos, sejam tratamentos, medicamentos ou equipamentos, sem que isso fique caracterizado no início do texto como publicidade. Preferencialmente os medicamentos serão  tratados pelo nome da substância e não pelo nome comercial nem a empresa que o produz. Não haverá citação de serviços, hospitais, clínicas ou consultórios sem que seja caracterizado claramente como anúncio publicitário, que será devidamente negociado pelo setor comercial da SOCERJ.

Os formatos sugeridos dos artigos direcionados para o público leigo são:

  • Elaboração de temas comuns da cardiologia para leigos – Cardiopatias; insuficiência cardíaca, angina, infarto, arritmias, procedimentos
  • Guia do hipertenso, portador de arritmia, do infartado, etc.
  • Tudo sobre…
  • Perguntas e respostas
  • Doenças raras da cardiologia
  • Alimentação – Receitas para cardiopatas
  • Recomendações de estilo de vida
    • Sedentarismo e Atividade física
    • Alimentação – Receitas para cardiopatas
    • Tabagismo
  • Calculadoras

 

 

PROCESSO DE APRECIAÇÃO PARA PUBLICAÇÃO

Procedimentos

O autor e os coautores devem estar cadastrados ou cadastrar-se no site da SOCERJ e encaminhar o texto para info@socerj.org.br. Os autores estarão cientes que ajustes no texto poderão ser feitos para adequar às normas de publicação e revisão ortográfica e desde já autorizam esse procedimento. Depois de publicado, poderão solicitar pequenos ajustes para atualizar ou acertar qualquer dado informado. Qualquer questionamento será feito ao editor de publicações eletrônicas da SOCERJ.

 

Auto avaliação

No site, o autor e os coautores devem responder, de maneira clara e concisa, às seguintes questões:

  • Qual é a mensagem principal do artigo?
  • Quais são as implicações dessa mensagem? O que é novo, diferente, útil, contra intuitivo ou importante nessa mensagem?
  • Qual é o público que se pretende atingir com esse artigo?

 

CARACTERÍSTICAS ESPECÍFICAS DOS ARTIGOS

Os artigos devem ser enviados em português corrente, escrito de acordo com a última reforma gramatical do português, respeitando vários aspectos quanto a escopo, objetivo, for­­mato, ciclo de vida e características técnicas.

Apenas um autor será aceito por cada artigo, considerando o tamanho que é pequeno. Em casos excepcionais, a critério do editor de publicações eletrônicas, será aceita coautoria.

Os textos são produzidos por equipe convidada, que cederão o trabalho sem retorno financeiro. Os trabalhos serão selecionados com base em critérios de ori­gi­nalidade, qualidade e criatividade, e poderão ser ajustados para entrar em conformidade com a linha editorial.

 

Ciclo de vida

O ciclo de durabilidade dos artigos deve ser longo. O artigo não deve ser um produto perecível, sem valor fu­turo. Suas ideias e seus conceitos devem ser sólidos o suficiente para re­sistirem durante longo período de tempo.

 

Formato

Os artigos a serem publicados no site da SOCERJ privilegiarão a facilidade de leitura e a atratividade do leitor.  Devem possuir formato que valorize a conceituação, seguindo roteiro determinado: apresentação do objetivo conceitual; desenvolvimento do raciocínio; conclusões.

Estes devem despertar o interesse em grande número de leitores, significando que, quando possível, a dis­­cussão de temas muito específicos deve incluir a aplicabilidade dos conceitos de forma abrangente. Os artigos não devem ser herméticos, ou seja, não podem in­­teressar somente a nicho muito pequeno de pesquisadores. Salienta-se, porém, que abrangência não significa abrir mão da profundidade na exploração dos conceitos. Abrangência, profundidade e concisão devem ser buscadas simultaneamente.

Os textos deverão ser curtos, na maioria entre 3 e 5 parágrafos curtos, com limites extremos de 1 a 7 parágrafos. No caso dos posts direcionados a profissionais, o texto será sucedido de pelo menos uma referência bibliográfica. Nos textos direcionados a leigos, poderá vir acompanhado de 3 a 5 links para leitura complementar ou citação de bibliografia pertinente sem necessidade de uma citação formal por regras da ABNT.

 

Características técnicas

O artigo deverá estar sempre acompanhada do nome do autor.

As eventuais notas deverão ser numeradas sequencialmente e apresentadas an­tes das referências bibliográficas.

As referências bibliográficas devem ser citadas no corpo do artigo com in­­dicação do sobrenome do(s) autor(es), ano e página de publicação. Elas deverão ser apresentadas em ordem alfabética no final do texto, de acordo com a norma NBR-6023 da ABNT.

 

Escopo

Os artigos podem cobrir ampla variedade de tópicos e práticas na cardiologia. Os principais macrotemas são:

  • Aterosclerose
  • Aterotrombose
  • Biomarcadores
  • Cardiologia clínica
  • Cardiologia Intervencionista
    • Terapia antitrombótica adjuvante
    • Intervenções em carótidas
    • Fisiopatologia coronária
    • Imagem endovascular
    • Intervenção Coronária Percutânea
    • Intervenções vasculares periféricas
    • Intervenções STEMI e Sistemas
    • Intervenções em doenças estruturais do coração
    • Cardiomiopatia
  • Cirurgia Cardíaca
  • Diretrizes e Demonstrações clínicas
  • Distúrbios do Ritmo e da Condução
  • Doença Arterial Coronária
  • Doença cardíaca congênita
  • Doenças do pericárdio
  • Farmacologia
  • Fisiologia do Exercício e Medicina Esportiva
  • Genética / Genômica
  • Hipertensão
  • Imagem
    • Ressonância magnética cardíaca
    • Tomografia de coronárias
    • Ecocardiografia – 3D, ETT, Eco intracardíaco
    • Ecocardiografia Geral – ETT
    • Cardiologia Nuclear / PET
    • Infarto do Miocárdio
  • Insuficiência Cardíaca
  • Lipidologia
  • Medicina vascular
  • Pesquisa pré-clínica / Ciência Básica
  • Prevenção / Risco Cardiovascular
  • Qualidade da Assistência e Avaliação de Resultados
  • Síndromes Coronárias Agudas
  • Teste de diagnóstico
  • Valvopatias
Postado por
 
imagem

Cadastre-se na nossa newsletter e receba regularmente eventos, notícias, e artigos da Cardiologia. A inscrição é gratuita!

Os seus dados não serão transmitidos a terceiros