Novo Estudo Comprova Benefícios em Tratar Arritmia Cardíaca em Pacientes com Insuficiência Cardíaca

 

Pesquisadores publicaram hoje na revista científica mais prestigiosa, a New England Journal of Medicine, um importante estudo (CASTLE-AF) que avaliou o tratamento de pacientes com uma arritmia cardíaca chamada fibrilação atrial – arritmia que frequentemente acomete pacientes com insuficiência cardíaca (coração fraco), provoca piora da contração cardíaca e aumenta significativamente o risco de AVC. A insuficiência cardíaca é atualmente uma das principais causas de morte e internação hospitalar.

 

Pacientes foram submetidos a dois tipos de tratamento: 1) medicamentoso e 2) medicamentoso + ablação por cateter (procedimento no qual um cateter é usado para cauterizar as regiões acometidas no coração). Todos tinham grave insuficiência cardíaca e eram por isso portadores de um desfibrilador implantado.

 

Após mais de 3 anos de acompanhamento, os pacientes submetidos a ablação tiveram menor risco de morte (redução de 47%) e também menor risco de hospitalização (redução de 44%).

 

Ficou então comprovado que a ablação por cateter é mais eficiente no tratamento da fibrilação atrial do que os medicamentos disponíveis, devendo ser considerado o padrão ouro em pessoas acometidas com esta grave doença cardiovascular.

 

LINK DO ARTIGO : http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa1707855?query=featured_home&

 

Data da publicação: 02/02/2018

Os comentários estão fechados.