Medida Provisória 621: qual a real motivação?

Nos últimos meses a sociedade brasileira assiste estarrecida o achincalhamento dos médicos e da medicina brasileira, com o descalabro da Medida Provisória 621, cuja real motivação está estampada na cara do Sr. Ministro da Saúde, cujo mote traz no seu bojo o projeto pessoal de se tornar governador do Estado de São Paulo, acreditando que o pomposo nome de MAIS MÉDICOS, cria ambiente ao favorecimento de seu projeto pessoal.

Integrantes da sociedade civil brasileira, os 400 mil médicos espalhados por todo o País, representados por suas entidades de classe, reagiram não contra os colegas que aqui desembarcaram, mas contra a maneira como o Governo quer colocá-los em ação, em total desrespeito às leis constituídas, pujando atos grotescos ditatoriais de republiquetas desqualificadas no contexto global mundo afora.

Está muito claro que tal medida se mescla ao cunho eleitoreiro, a quem não tem nenhum compromisso com a boa medicina oferecida aos menos favorecidos. Estes já começam a dar sinais de desconfiança com a tal benesse MAIS MÉDICOS, sem as condições mínimas do exercício de uma real medicina, que possa resolver problemas complexos de saúde nos distantes rincões brasileiros. Isto obviamente pouco importa ao Sr. Ministro, o fato é ludibriar as pessoas e postar seus votos, o que achamos enorme engano que, em breve, terá o repúdio dos brasileiros.

De modo claro, as Sociedades Médicas desafiam o Governo a provar a real carência de médicos como responsável pela falência da saúde pública do Brasil, como tenta apregoar, instigando a população ao mesmo tempo em que livra a sua pele e a de seus parceiros. Está muito claro que a falta de estrutura e a dignidade salarial não fixam o médico brasileiro no interior e nem mesmo fixarão os colegas de outros países que mesmo sobre as garras de seus governos, muito em breve decretarão a falência de tal projeto, enovelado de falácias ludibriadora da Sociedade, com seus dotes ditatoriais.

 

Por Dr. Serafim Ferreira Borges

Diretor de Defesa Profissional da SOCERJ

Conselheiro Diretor do CREMERJ

 

Você também pode gostar:

Mais postagens como esta…

Menu
Open chat