Estudo PURE (Lancet 2017; 390: 2050–62)

 

O estudo PURE veio desafiar o conceito tradicional da limitação da ingesta total de gordura alimentar em 30% do total de calorias diárias. Neste estudo que envolveu mais de 135 mil indivíduos de países de diversos níveis socioeconômicos os pesquisadores observaram que:  níveis elevados de ingesta de carboidratos estiveram associados a maior mortalidade geral e cardiovascular enquanto níveis aumentados de ingesta de gordura estiveram associados a menores riscos. Também chamou atenção que as gorduras saturadas também se associaram a menores riscos de complicações cardiovasculares. Apesar do estudo ser observacional e poder estar influenciado por vieses os achados fizeram diversos pesquisadores questionar as atuais diretrizes alimentares propostas para pacientes com doenças cardiovasculares.

Os comentários estão fechados.