Calendário de Eventos

Informação do Evento:

  • Médicos lançam metas para atacar as doenças do coração

    Rio - Um brasileiro morre a cada dois minutos vítima de doenças cardiovasculares, como infarto, insuficiência cardíaca e derrame; males que podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis. Para reduzir em 25% a mortalidade por problemas cardíacos até 2025 no mundo, sociedades de cardiologia do Brasil e do exterior assinaram a ‘Carta do Rio’. O documento propõe, a partir de parcerias de sociedades médicas com a população e os governos, o incentivo a uma vida saudável.

    A ‘Carta do Rio’ será debatida a partir do próximo dia 3 no congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado Rio (Socerj), no Centro de Convenções Sulamérica, e tem metas audaciosas; entre as quais: criar facilidades para a prática de atividades físicas, melhorar o controle da pressão arterial, limitar em até 5 gramas o uso diário de sal e reduzir o consumo de gorduras saturadas pela população.

    Os cardiologistas querem ainda intensificar o combate à obesidade e ao abuso de álcool. “Aqui no Brasil algumas propostas da Carta do Rio foram anunciadas pelo Ministério da Saúde, como, por exemplo, ações concretas contra a obesidade, a instalação de academias de ginástica ao ar livre e o controle para adição de sal. E precisamos seguir em frente”, diz o cardiologista Eduardo Nagib, presidente do congresso da Socerj.

    Outros pontos do documento são oferecer o maior acesso de pacientes a medicamentos para tratar doenças cardiovasculares e investir na melhor formação de médicos e profissionais de saúde. Entre as instituições de peso que assinam a ‘Carta do Rio’ estão a Sociedade Brasileira de Cardiologia, a Sociedade Interamericana de Cardiologia, a Associação Americana do Coração, a Sociedade Europeia de Cardiologia e a Federação Mundial do Coração.

     

    Fonte: O Dia

Postado por